Habilidade social é fundamental para crescer na carreira

Imagine a cena: em uma empresa, existem dois profissionais que concorrem a um cargo de gestor. O primeiro é muito competente tecnicamente, mas não tem habilidade social. Já o outro não é tão competente na parte técnica, mas sabe tudo quando se trata de relacionamento. Qual deles será promovido?

A resposta, de acordo com a coordenadora do Núcleo de Estudos e Negócios em Desenvolvinento de Pessoas da pós-graduação da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), Adriana Gomes, é que o segundo profissional tem mais chances de ganhar o cargo.

A explicação dada pela especialista é que, apesar de o profissional não ter tanto conhecimento técnico, ele será um bom gestor, pois tem habilidade de lidar com as pessoas, quesito fundamental para quem quer ocupar um cargo de liderança um dia.

“Com isso, ele consegue montar uma equipe que supra as suas necessidades”. Já o gestor sem habilidade pode causar conflitos dentro da empresa, por não passar informações corretamente, não saber delegar, cobrar resultados e reconhecer um bom funcionário.

Atividade que exerce
Em algumas atividades, a falta de habilidade social é bem mais grave do que em outras. Geralmente, nas profissões em que existe um contato maior com o público, não saber se relacionar e se comunicar é quase um “suicídio profissional”.

Já em áreas mais administrativas, como contabilidade ou análise de dados, a falta de habilidade social é prejudicial, mas nem tanto. “Mas estes profissionais, apesar de não interagirem com o público, não podem esquecer que precisam se comunicar com os pares e gestores”.

A gestora do Instituto Personal Service, Fátima Sanchez, acrescenta que quem não tem habilidade social fica estigmatizado pelos colegas. “Ele é visto como o antissocial, mal educado, emburrado, o que está sempre de cara fechada”.

Vale ressaltar que ter habilidade social não significa ser extrovertido e falante no ambiente de trabalho. Este tipo de profissional, apesar de ser bem visto entre colegas, pode prejudicar o desenvolvimento das atividades.

Como mudar
Fátima explica que a falta de habilidade social pode ser uma característica pessoal do profissional ou um descontentamento momentâneo com o trabalho, com a empresa ou com a carreira. “Existem pessoas que não se esforçam, porque não gostam do que fazem”.

Como alguns profissionais não nascem com esta habilidade, é possível aprendê-la. Mas, para isso, as especialistas explicam que é necessário, antes de tudo, ter consciência da falta de preparo para se relacionar e se comunicar com as pessoas.

Para Adriana, esta consciência é percebida por meio de feedback dados pelos chefes diretos deste profissional. “Um feedback bem feito sempre tem o intuito de melhorar o desempenho do profissional”.

Após perceber que falta esta habilidade, Fátima aconselha que o profissional procure um coach ou até mesmo um acompanhamento psicológico. “Com ajuda, é possível lapidar este profissional”.

Fonte: InfoMoney

Published in: on 20 de janeiro de 2012 at 13:20  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://sindhosba.wordpress.com/2012/01/20/habilidade-social-e-fundamental-para-crescer-na-carreira/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: