Mobilidade e trabalho remoto contribuem para a satisfação do profissional

Recentemente foi promulgada a nova lei do trabalho remoto para o Brasil, onde trabalhadores em empresas e remotos passam a ter os mesmos direitos.

Imediatamente, o que notou-se foi um grande número de discussões em torno dos meios legais de permitir-se o trabalho remoto, e como as empresas se protegeriam dos eventuais processos trabalhistas, possibilitados por nossas lei paternalistas.

Pois bem, neste artigo gostaria de tratar o tema pelo enfoque do trabalho remoto como forma de aumento de satisfação, preocupação cada vez maior das empresas, especialmente em momentos de economia aquecida.

Quando ingressei no mercado de trabalho, ainda como estagiária de empresa líder mundial de telefonia na época, éramos umas das poucas empresas a disponibilizar e-mail e computadores para todos os funcionários.

Com o passar dos anos, e com a evolução tecnológica, que tive a oportunidade de acompanhar no mercado de tecnologia e comunicações, computadores foram substituídos por notebooks, celulares tornaram-se mais acessíveis e pudemos chegar a era atual da mobilidade.

A mobilidade traz a empresas vantagens competitivas relacionadas a agilidade de processos e aumento de receitas, e também de satisfação e retenção de talentos (Imagem: Thinkstock)

Essa mobilidade, que tanto contagia com as possibilidades infinitas dos smartphones e tablets, traz a empresas vantagens competitivas relacionadas a agilidade de processos e aumento de receitas, e também de satisfação e retenção de talentos.

Já não é novidade que cada vez mais pessoas estão buscando equilibrar as pesadas rotinas de trabalho com qualidade de vida. Imagine um funcionário deixar de enfrentar fatigantes 3 horas e meia de trânsito por dia, livrar-se do stress e investir estas horas em atividades pessoais, como uma simples caminhada por exemplo?

Trabalho remoto é mais do que uma opção, é uma realidade cada vez mais impulsionada pela evolução tecnológica e pela integração dos canais de comunicação das empresas, atualmente é possível unir-se voz, vídeo, mensagens instantâneas em uma plataforma que permite trabalhar de qualquer lugar e qualquer momento.

Se você ainda não está convencido sobre os benefícios de retenção que a mobilidade proporciona, vale a pena conhecer alguns movimentos internacionais e rever conceitos sobre mobilidade:

Programa do Governo Londrino “Anywhere Working” Programa do Governo Holandês “New Ways of Working week” que chamou a atenção das pessoas pelo slogan inusitado “Comece seu dia de trabalho com seu roupão, e não no congestionamento” Programa do Governo Americano: “Promoting Efficient Spending”

A atuação brasileira por enquanto limita-se as leis e as escolhas individuais de cada empresa em possibilitar a mobilidade a seus funcionários, mas fica aqui um convite a cada um dos empresários para repensarem suas estratégias e buscar integrar em seus negócios tecnologias que possibilitem cada vez mais a mobilidade, agilidade nos negócios e satisfação de seus empregados.

Glaucia Maurano é líder de Marketing da Avaya Brasil, trabalha na indústria de tecnologia há 18 anos, onde atuou por empresas de software, internet e telecomunicações

Fonte: http://www.administradores.com.br

Published in: on 18 de janeiro de 2012 at 18:13  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://sindhosba.wordpress.com/2012/01/18/mobilidade-e-trabalho-remoto-contribuem-para-a-satisfacao-do-profissional/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: