Ferramentas lúdicas no auxílio à criatividade

Jogos e ferramentas lúdicas ganham espaço em oficinas de criatividade e iniciativas de inovação empresarial

Os jogos e brinquedos educativos já ganharam seu espaço, do ensino básico ao superior, mas vêm também sendo empregados com sucesso no ensino executivo e em treinamentos corporativos. Já aplicados há algum tempo por universidades e consultorias em todo o mundo, jogos e peças de montar e modelar viraram coisa séria e ferramentas poderosas no estímulo à criatividade.

Já um benchmark no segmento de brinquedos para montar e criar, a Lego criou uma divisão especializada em desenvolver jogos e sistemas para utilização em programas de treinamento e ensino executivo – a Lego Serious Play.

Os já famosos “tijolinhos” são usados como matéria-prima para concretização das ideias. O mentor do exercício propõe um problema e os participantes constroem modelos que solucionem o problema proposto, posteriormente dividindo experiências e ideias com os demais participantes, para chegar a um protótipo final que represente a melhor solução para o problema proposto.

Playground de executivos

Universidades de renome no exterior, focadas no ensino executivo e em cursos de MBA, já adotam ferramentas lúdicas em seus cursos e programas há um bom tempo. A Universidade de Cranfield, na Inglaterra, é um exemplo disso.

A escola possui um programa para executivos chamado Cranfield Executive Retreat. O programa, que dura pouco mais de um fim de semana, leva executivos de grandes empresas até o campus da escola, a cerca de 100 km de Londres, onde em meio a palestras e aulas, também são propostos exercícios com o emprego de brinquedos e jogos lúdicos. O objetivo é gerar ideias e criar soluções inovadoras para problemas simples.

Em um dos exercícios propostos, participantes são divididos em grupos de cinco pessoas, com funções pré-definidas. As equipes recebem peças e a tarefa de reproduzir e montar um protótipo, sendo fiel tanto à forma quanto à disposição das cores.

Um membro do time apenas pode observar o objeto-modelo, e deve orientar os demais na montagem da cópia. Outro integrante tem a função de trocar peças repetidas com outros grupos, para conseguir peças de cores distintas, necessárias à montagem do protótipo.

Mais do que simplesmente repetir o modelo, o exercício tem como objetivo despertar iniciativas inovadoras para a criação de uma peça mais próxima possível do modelo, ao mesmo tempo gerindo recursos escassos, no caso as peças de cores distintas, segundo Murray Steele, um dos tutores do programa. A palavra-chave aqui para a geração de novas ideias e cumprimento de metas e a colaboração – literalmente a ideia de que duas cabeças pensam melhor do que uma.

Ensino executivo “brincando”

O uso das ferramentas lúdicas na facilitação do processo de criação e geração de ideias é também peça-chave no âmbito acadêmico. Iniciativas nos chamados “laboratórios de criatividade” utilizam elementos como o Lego, peças e quebra-cabeças para acelerar o processo de criação.

É o caso da iniciativa do professor Humberto Massareto, da FAAP. O docente hoje realiza com frequência o Laboratório da Criatividade na universidade, um curso de 16 horas onde cerca de 10 horas compreendem atividades práticas, muitas delas com o uso de peças para montar e massa para moldes. Massareto diz que o objetivo é “prototipar” ideias e conceitos, tornando-os mais visíveis para colegas e facilitando o processo de aprimoramento da solução final.

Ricardo Carvalho, professor da Fundação Dom Cabral, participa da iniciativa FDC Experience. Entre outras ferramentas, a iniciativa se utiliza de instalações e ensaios lúdicos que permitem a interação e livre circulação dos participantes, estimulando a criatividade e a curiosidade. Segundo ele, tais ferramentas facilitam a fixação de conceitos de gestão, por exemplo.

Além de brinquedos, jogos e instalações, práticas inovadoras têm conquistado empresas com soluções para despertar a criatividade e as ideias entre seu quadro.

Fonte: HSM

Published in: on 24 de novembro de 2011 at 16:47  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://sindhosba.wordpress.com/2011/11/24/ferramentas-ludicas-no-auxilio-a-criatividade/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: