Vitamina B pode reduzir em até 20% níveis do estresse relacionado ao trabalho

Um estudo revela que a vitamina B pode reduzir em até 20% os níveis de estresse relacionado ao trabalho. A vitamina B é um complexo com oito vitaminas distintas, que podem ser encontradas em alguns tipos de carnes, legumes e vegetais e nos cereais, no leite e ovo.

A pesquisa foi realizada na Universidade de Tecnologia de Swinburne, na Austrália, e liderada pelo professor Con Stough. Seus resultados foram publicados na última edição do periódico Human Psychopharmacology.

Foram avaliados 60 voluntários em relação a fatores como personalidade, demanda de trabalho, ansiedade, estado de espírito e tensão. Após uma avaliação inicial, os voluntários foram reavaliados depois de 30 e 90 dias.

Os participantes do estudo foram divididos em dois grupos. Para os do primeiro foram dadas altas doses de vitamina B e, para os do segundo grupo, apenas placebo. Con Stough contou que, apenas três meses depois do experimento, o grupo que estava recebendo vitamina B apresentou níveis de estresse muito menores do que os níveis da avaliação inicial.

Foi uma redução de 20% no nível de estresse, explicou o professor. Já aqueles do grupo que receberam placebo não mostraram melhoras nos níveis de estresse.

Apesar de ter sido um estudo novo, o professor não ficou surpreso com o efeito da vitamina B, pois a sua importância nas funções cognitivas do homem há muito já era conhecida.

“A vitamina B, que é encontrada em todos os alimentos não processados, como carne, feijão e cereais integrais, é essencial para a síntese de neurotransmissores, essenciais para o bem-estar psicológico”, afirmou Con Stough. “Mas a realidade é que muitas pessoas não recebem o suficiente vitamina B de sua dieta, então, elas estão se voltando para a suplementação da vitamina.”

Além da vitamina B
Com a ajuda da nutricionista Daniela Cyrulin, elaboramos uma lista de alimentos que ajudam a combater o estresse:

Peixes e frutos do mar – diminuem o cansaço e a ansiedade, pois contêm zinco e selênio, que agem diretamente no cérebro. Outros alimentos ricos em selênio são atum enlatado e peru. No caso do zinco, a nutricionista cita os cereais integrais e o chocolate. Este último, porém, deve ser consumido com moderação.

Como sugestão de consumo, Daniela indica o sanduíche de atum durante o lanche da tarde no escritório. No caso do chocolate, faz bem comer 30g do alimento, de preferência com 70% cacau, no lanche da manhã ou da tarde.

Laranja – promove um melhor funcionamento do sistema nervoso. É um ótimo relaxante muscular e ajuda a combater o estresse e prevenir a fadiga. É rica em vitamina C, cálcio e vitaminas do Complexo B. Daniela aconselha consumir 1 copo de suco de laranja pêra no lanche da manhã no escritório.

Castanha-do-pará – melhora sintomas de depressão, auxiliando na redução do estresse. É rica em selênio, um poderoso agente antioxidante. Uma unidade ao dia já fornece a quantia diária de selênio (350mg) recomendada.

Frutas ricas em vitamina C – a ingestão de vitamina C inibe a liberação de cortisol, principal hormônio relacionado ao estresse no corpo. Tente comer 1 pote de salada de frutas (kiwi, abacaxi, tangerina, laranja) no lanche da manhã ou da tarde.

Maracujá – as folhas do maracujá são calmantes, mas a fruta não é. As folhas contêm alcaloides e flavonoides, substâncias depressoras do sistema nervoso central, conjunto do cérebro com a medula espinal responsável pela sensibilidade e pela consciência. Por isso, elas atuam como analgésicos e relaxantes musculares. Faça um chá de folhas de maracujá e beba o dia todo no escritório.

Alface – a lactucina e lactupicrina, encontradas principalmente nos talos das folhas, atuam como calmante.

Saiba também que há os alimentos que podem agravar um quadro de estresse e, se o objetivo for combater o problema, é preciso evitá-los. Os principais alimentos desse grupo são aqueles que contêm cafeína, álcool e gorduras. No caso da cafeína, ela está presente no café, chá verde e refrigerante à base de cola. A gordura está nos doces, frituras e fast food, por exemplo. Sal em excesso também deve ser evitado.

Fonte: InfoMoney

Published in: on 18 de novembro de 2011 at 17:55  Deixe um comentário  

The URI to TrackBack this entry is: https://sindhosba.wordpress.com/2011/11/18/vitamina-b-pode-reduzir-em-ate-20-niveis-do-estresse-relacionado-ao-trabalho/trackback/

RSS feed for comments on this post.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: